Subscrever Newsletter

Usos e aplicações dos óleos ozonizados na Veterinária

Início/Veterinária/Usos e aplicações dos óleos ozonizados na Veterinária

Outubro 19, 2022

Usos e aplicações dos óleos ozonizados na Veterinária

Na Doença Oncológica

Indicativos de 2016[i] demonstram que após a aplicação de Ozonoterapia em 4 canídeos doentes oncológicos (linfossarcoma, condrosarcoma, adenocarcinoma e osteossarcoma) se verificou o potencial na melhoria da qualidade de vida e sobrevida, em concomitância com os tratamentos convencionais.
A aplicação da terapêutica foi realizada via retal, auto-hemoterapia e infiltração local, tendo sido observado que a Ozonoterapia foi muitíssimo importante na melhoria da qualidade de vida (após 4 anos de tratamento, 2 dos animais estavam vivos e sem indicativos de doença oncológica, 1 deles faleceu de morte natural e o doente de 11 anos diagnosticado com adenocarcinoma folicular da tiróide sobreviveu 7 meses – sem tratamento quimioterápico – e sempre apresentando boa qualidade de vida, bem como, uma redução do tamanho do tumor para 1/5 do inicial).
Este estudo conclui que a utilização de Ozonoterapia como coadjuvante/concomitante dos tratamentos convencionais deverá ser uma prática comum à oncologia veterinária, com promissores resultados.

Patologia Músculo-esquelética

A dor, prurido, debilidade muscular, diminuição de atividade e outras, são uma constante das consultas de medicina veterinária.Os tratamentos convencionais baseiam-se na utilização de anti-inflamatórios, analgésicos ou cirurgia que tentam minorar ou criar um regime meramente paliativo sobre estes problemas, mas originam diversos efeitos secundários que limitam a sua utilização.
Dados de 2013[ii] pretenderam avaliar o efeito anti-inflamatório e analgésico em canídeos a serem submetidos a tratamento de Ozonoterapia e fatores de crescimento derivados de plaquetas ozonizadas.
Foram utilizados 2 grupos de animais, uns diagnosticados com osteoartrite e outro com apresentação de dor, após serem tratados com Ozono e plasma rico em fatores de crescimento (grupo 1) ou com Ozonoterapia (grupo 2) observou-se uma melhoria significativa em ambos os grupos em apenas 24h (85% no grupo 1 e 50% no grupo 2).
O alívio da dor após a utilização da Ozonoterapia foi observado nos doentes com dor lombar, cervical e hérnia discal sem que fossem verificados quaisquer efeitos adversos significativos, tendo sido ainda bem documentados os efeitos oxigenantes e imunomodeladores desta terapêutica pela ativação de mecanismos antioxidantes, concluindo-se que a Ozonoterapia manifesta-se mediante um reconhecido efeito anti-inflamatório prolongado e baixo nível de toxicidade.


[i] La Ozonoterapia como tratamiento coadyuvante en oncología veterinaria. Casos clínicos. Revista Española de Ozonoterapia. Vol. 6, nº 1, pp 223-229

[ii] Utilización del ozono y factores de crecimiento ozonizados en patologías musculoesqueléticas en la especie canina. Revista Española de Ozonoterapia. Vol. 3, nº 1, pp. 91-94.

Ver versão completa

Outros Artigos de Interesse

Verruga plantar

5 de Dezembro, 2022|

Verrucae plantaris, usualmente conhecida como verruga plantar, são lesões cutâneas ...

Placa Bacteriana

5 de Setembro, 2022|

A placa dentária caracteriza-se por ser a comunidade de microrganismos ...

Acne

3 de Maio, 2022|

A acne vulgaris é uma desordem pilossebácea que afeta mais ...

Go to Top